Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho dos Trabalhadores na Indústria Madeireira da Região DE ALTA FLORESTA E CARLINDA No Estado de Mato Grosso

VIGÊNCIA 2008/2010

TERMO ADITIVO À CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, que entre si fazem, de um lado o Sindicato dos Madeireiros do Extremo Norte de Mato Grosso - SIMENORTE; e de outro lado o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Madeireiras de Alta Floresta – SINTAF, As entidades sindicais através deste instrumento com fulcro nos Art. 611 e seguintes da CLT, e disposições da CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2010, acordam em rever as cláusulas 4 e 5, passando a vigorar com a seguinte redação:


CLÁUSULA 4 - SALÁRIO NORMATIVO

Fica estabelecido a partir da assinatura da presente Convenção Coletiva do Trabalho os seguintes salários normativos a serem pagos mensalmente aos trabalhadores que ingressarem nas indústrias madeireiras abrangidas pela presente Convenção Coletiva de Trabalho:

Parágrafo único – Serventes de escritório receberão o salário mínimo vigente.

Nível  I - Serventes, zeladores, gradeadores de madeiras, classificadores de lâminas e madeiras em geral, contínuos, empilhadores, carregadores, embaladores, auxiliar de colagem de lâminas, alimentadores de secadores de lâminas e madeiras serradas, alimentadores de plainas, descascadores de toras e outros trabalhadores braçais com pouca ou sem experiência não classificados sob outra epígrafe - R$ 520,00

Nível  II - Auxiliares em geral, trabalhadores que prestam serviços auxiliando diretamente os operadores qualificados, Aux. de Bitoleiro, Aux. de talheiro, pé-de-torno, pé-de-fita, auxiliar de circuleiro, auxiliar de guilhotina, auxiliar de torno laminador, auxiliar de plaina, auxiliares de afiadores de facas para torno laminador e serras em geral, auxiliar de destopador, aux. de foguistas, operador de caldeiras, auxiliar de escritório, aux. de operador de emendadeiras de lâminas e/ou madeiras beneficiadas, op. de emendadeiras de lâminas e/ou madeiras beneficiadas - R$ 550,00

Nível  III - Operador de Tornos laminadores de madeiras; Operador de serras (fitas, circulares); Serradores; Circuleiros; Bitoleiros; Operador de Guilhotinas (Hidráulicas, mecânicas ou pneumáticas); Operador de máquinas de beneficiar madeiras (lixadeiras, plainas, tupias, emendadeiras e outras no acabamento de madeiras beneficiadas); Operador de moto-serras; Operador de Prensas à vapor; Operador de Secadores de madeiras à vapor; Destopadores de madeiras em geral; Afiadores de facas p/ torno, laminador e serras em geral; Batedor de cola; e outros operadores de máquinas e/ou equipamentos de desdobra e beneficiamento de madeiras serradas, faqueadas e/ou laminadas não classificados em qualquer outra epígrafe; Operador de pá-carregadeira, empilhadeiras, tratores de pneu e esteiras, utilizados no transporte e movimentação de madeiras em toras e/ou serradas - R$ 640,00

Nível  IV - Motoristas de caminhões no transporte de madeiras em toras e/ou serradas-  R$ 670,00

Nível  V - Operador de caldeiras -  R$ 710,00

CLÁUSULA 5 - REAJUSTE SALARIAL

As empresas reajustarão os salários dos seus empregados, abrangidos por esta Convenção Coletiva de Trabalho, no percentual de 7 % (sete por cento), com efeito retroativo a 1.º de maio de 2009.

Parágrafo Primeiro – Serão abatidas as antecipações já concedidas a partir de 1º de abril de 2009, bem como repor em folha de pagamento o que foi reajustado a menor, para efeitos de cumprimento desta tratativa.

Parágrafo Primeiro – Os valores eventualmente retroativos a maio serão quitados no mês subseqüente à assinatura da presente Convenção Coletiva.

E por representar o presente instrumento a expressão da vontade das partes, firmam este Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho em três vias de igual teor, sendo uma para o SIMENORTE, uma para o SINTAF e uma para a Delegacia Regional do Trabalho - DRT/MT, para efeito de registro e arquivamento.

Alta Floresta-MT, 15 de julho de 2009.

SINDICATO  DOS   MADEIREIROS  DO  EXTREMO  NORTE  DE  MATO  GROSSO  -  SIMENORTE

LINDOMAR ELIAS DELA JUSTINA – PRESIDENTE

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Madeireiras de Alta Floresta – SINTAF

ANTÔNIO CARLOS CÂNDIDO DA SILVA – PRESIDENTE